Notícias

Estacionamentos em questão

Conforme dados da Prefeitura Municipal de Cacoal, o Produto Interno Bruto (PIB) ultrapassa os R$ 700 milhões e destes a fatia representada pelo comércio e serviços é superior à R$400 milhões. Este movimento financeiro gerado pelo comércio e a falta de estacionamentos para clientes e consumidores vindos de outras localidades, motivou a Câmara Municipal de Cacoal em promover uma audiência pública sobre o assunto. A audiência que foi sugerida pelo vereador Adailton Fúria teve como finalidade discutir as possiblidades de alterações no trânsito na região central da cidade, vias que se tornaram o principal Centro comercial da cidade. “O objetivo é iniciar um processo de discussão para fazer algumas alterações que proporcione mais segurança para quem transita pela via, sem prejudicar o potencial do comércio”, ressaltou Fúria. O anfitrião apresentou proposta para o projeto de Zona Azul que visa uma melhor organização no tráfego de veículos na cidade, e a cobrança de Zona Azul contribui para a circulação dos motoristas, otimizando os espaços públicos destinados ao estacionamento, favorecendo as áreas comerciais e possibilitando que demais motoristas possam se valer dos mesmos espaços. O presidente da Câmara de Câmara de Dirigentes Lojistas de Cacoal Nedeson Tacconi em seu discurso afirmou a importância do planejamento e fez questão de lembrar as constantes queixas dos empresários sobre o problema. “Muitas vezes os clientes precisam estacionar longe de onde quer ir”, lembrou. A audiência contou ainda com a presença na mesa de autoridades, do presidente da casa de leis Pedro Ferrazin, vereadores Bruno Trevizani – Valdomiro Corá – Jabá Moreira – Paty Paulista e Rafael Evangelista, secretário municipais de Transporte e Trânsito – Gerson Sapper, Indústria Comércio e Turismo – João Henrique, presidente da Associação Comercial e Industrial de Cacoal (ACIC) Cesar Mazzuti, o pioneiro Divino Cardoso e Unesc – seu representante professor mestre Gustavo Reis com a apresentação da pesquisa realizada com usuários do trânsito em Cacoal. 

Os compromissos assumidos na audiência pública foram os seguintes: o vereador Fúria encaminhará um ofício ao executivo municipal solicitando um engenheiro de tráfego para estudo que vai analisar a viabilidade da implantação da “Zona Azul”. A SEMTTRAN aguardará a segunda e última etapa da pesquisa feita com usuários de trânsito realizada pela UNESC para providências. Como fruto positivo da audiência, de imediato pode-se perceber as mudanças de estacionamento nos canteiros centrais – exclusivo para motocicletas.