Notícias

Inadimplência deve começar a recuar

A inadimplência deve recuar com a proximidade das festas de fim de ano, segundo projeções da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). A economista do SPC Brasil Ana Paula Bastos lembrou que a inadimplência tem seu pico em novembro e depois começa a recuar, com a entrada de capital extra, como o 13º salário e a restituição do Imposto de Renda. 

A CNDL e o SPC Brasil divulgaram que a inadimplência no comércio varejista caiu 0,34% em setembro ante o mesmo mês do ano passado. Na comparação com agosto, a inadimplência avançou 0,72%. Ana Paula apontou que esse avanço é reflexo das vendas a prazo feitas em julho e agosto, além do comprometimento da renda com viagens nas férias do meio do ano. "A inflação corrói a capacidade de pagamento das pessoas. Elas gastam mais com primeiras necessidades em vez de pagar as contas. Isso mostra falta de planejamento das famílias", afirmou.




Fonte: Folha de Londrina