Notícias

Empresa que investe no funcionário cresce mais

                   Você, empresário, pode escolher o tipo de funcionário que almeja para o seu negócio. Seu empregado pode ser aquele que está sempre de olho no relógio, ansioso pelo momento de bater o ponto e ir embora. Ele nunca oferece idéias para promover o crescimento da empresa e apresenta baixa produtividade. Ou, pelo contrário, você pode ter profissionais sempre preocupados em dar o melhor de si e admiradores do empreendimento.  Mais do que apenas funcionários, são seus colaboradores. Sabe que palavra determina a diferença entre esses dois perfis? Motivação.

O funcionário desmotivado sente que não tem o trabalho reconhecido e acredita que a empresa não investe nele. Ao perceber que não aprende nada de novo e que suas idéias são desmerecidas pelo chefe, o empregado passa a não trabalhar em equipe. Torna-se ocioso, facilita o desperdício de tempo e de matéria prima. Esse profissional deixa de estimular a criatividade e pouco se importa se a empresa vai bem ou não, desde que seu salário esteja sendo depositado todo mês.

Criada pelo Sebrae para mostrar a importância da inovação, a Rede de Conhecimento Faça Diferente apresenta-lhe algumas formas bastante eficazes para motivar seu funcionário. A primeira delas é a capacitação. Faça parecerias com instituições que oferecem cursos de qualificação, a exemplo do Senai. Além de simplesmente ganhar dinheiro e garantir o sustento da família, a maioria dos empregados gosta de estar sempre aprendendo algo novo. Isso é estimulante, motivador! Esses novos conhecimentos adquiridos vão direto para o currículo desse trabalhador, que ficará profundamente grato à sua empresa por ter apostado na capacidade dele.

Esses cursos não precisam estar focados necessariamente no ramo do seu negócio. Algumas empresas tiveram retorno bastante positivo depois de promover palestras sobre cidadania ou questões atuais, como drogas e saúde no trabalho.  Esse tipo de curso capacita seu funcionário de uma maneira muito mais profunda do que um currículo pode abranger. A partir dessas ações, seus empregados tornam-se pessoas melhores, cidadãos honestos, felizes e fieis à empresa.

 

Como superar a falta de dinheiro?



O fator “custo” muitas vezes desestimula o empresário a investir na capacitação dos empregados. Mas pense por outro lado. Você pode até trazer para sua empresa um profissional já qualificado. Porém, você terá que pagar um salário superior e essa contratação pode custar mais caro do que cursos de qualificação. Ao investir nos seus funcionários, eles se tornam tão bons ou até melhores do que aqueles que já estão no mercado. Além disso, eles terão se formado como profissionais dentro da sua empresa. Aprenderam a lutar pelo mesmo objetivo que você: o sucesso do empreendimento.

Se as contas realmente não permitem que você gaste dinheiro com capacitação (realmente mesmo!), procure reconhecer o trabalho dos seus funcionários. Elogie, ensine, demonstre preocupação e atenção. Agradeça sempre pelas tarefas bem realizadas, mesmo sendo um dever do empregado. Um “muito obrigado” é estimulante e significa uma diferença enorme. O profissional valorizado quer sempre se aprimorar e confirmar que o chefe fez uma ótima escolha ao contratá-lo. Conceda alguns benefícios aos mais esforçados. Estabeleça um ranking de produtividade. A famosa plaquinha “funcionário do mês” é um jeito de realçar aqueles que se destacam no grupo.

Você também pode motivar seu funcionário ao criar um bom ambiente de trabalho. Se possível, pinte a empresa de cores claras, traga plantas, estimule seus empregados a serem tranqüilos e cordiais. Peça-os para manter as mesas sempre arrumadas. Crie ambientes de interação, como uma sala de descanso. O trabalho pode ocupar até mais de um terço do dia. Por isso, é fundamental criar espaços aconchegantes que estimulem a criatividade da sua equipe.

Não deixe as dificuldades, a falta de recurso e o estresse impedirem você de se preocupar com a satisfação e a qualificação dos seus profissionais. Eleja sua equipe como prioridade da empresa. Tenha sempre em mente que os funcionários são seus principais aliados na busca do sucesso, ninguém consegue fazer uma empresa chegar ao topo sozinho. Aí vai uma dica importante da Rede Faça Diferente: se você não investe nos funcionários, você se arrisca a perder seus talentos para a concorrência.

 

Fonte: Sebrae