Notícias

Brasil atingirá recorde de 6 milhões de turistas estrangeiros em 2013

O primeiro turista estrangeiro que chegar a partir das 9h30 desta quinta-feira (5) ao Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro, se tornará o visitante de número 6 milhões este ano no Brasil. O número é um recorde histórico e rompe a casa dos 5 milhões de visitantes em que o país estava desde 2005, segundo o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur).


O índice é atribuído principalmente à Copa das Confederações, ocorrida em junho, e à Jornada Mundial da Juventude (JMJ), em julho, no Rio de Janeiro, que movimentaram o país. Só na JMJ, que marcou a primeira visita oficial do novo Papa ao Brasil, foram mais de 2 milhões turistas em uma semana, incluindo brasileiros e estrangeiros.

"Nosso crescimento está acima da média mundial: no ano passado, crescemos 5%, enquanto a média foi de 3%. Há um crescimento constante acelerado, ainda mais pelos eventos. O impacto dos megaeventos é indiscutível", afirma o presidente da Embratur, Flávio Dino.

O turista de número 6 milhões será recebido com festa, brigadeiros e mapas do Rio de Janeiro. Telas espalhadas pela área de desembarque e nas esteiras de devolução de bagagens no aeroporto do Galeão vão identificá-lo.

Visitas por continente

Em 2012, o Brasil recebeu quase 5,7 milhões estrangeiros. Segundo o Anuário Estatístico de Turismo 2013, do Ministério do Turismo, os sul-americanos foram os que mais desembarcaram no país (2.822.519). Em seguida, vieram os europeus (1.652.205), depois os moradores de países da América do Norte (716.583), os asiáticos (297.032) e os africanos (92.349). Por último, estiveram turistas da Oceania (52.815) e da América Central (39.895).

O país com maior representatividade no turismo brasileiro no ano passado foi a Argentina. Dos quase 5,7 milhões de estrangeiros, os "hermanos" eram pouco mais de 1,6 milhão. Em 2011, quando foram recebidos 5,4 milhões de estrangeiros, esse mesmo cenário foi observado: os turistas que mais visitaram o Brasil vieram da América do Sul (2.628.957), seguidos pela Europa (1.621.183), América do Norte (729.756), Ásia (279.161), África (86.511), Oceania (44.657) e América Central (42.879).

Os números de 2013 ainda não estão fechados, já que o ano ainda não terminou, mas a expectativa é que esse ranking de visitantes se repita.

"Há uma tendência positiva do turismo intrarregional, entre países que têm fronteiras. Na América do Sul, esse processo foi mais lento, mas vai ganhando mercado nos países próximos. A Argentina foi o maior [em origem de visitantes estrangeiros] nos últimos anos e deve disparar em 2013 pelo efeito da Jornada", afirma Dino.

Em 2014, a Copa do Mundo promete alavancar o número de visitantes. A projeção do Ministério do Turismo é que o país receba cerca de 600 mil estrangeiros entre junho e julho, e ultrapasse a casa dos 7 milhões durante todo o ano. O evento também deve incentivar a realização de aproximadamente 3 milhões de viagens internas (brasileiros viajando dentro do próprio país).

"O desafio é manter esse patamar em 2015, após a Copa. Para o crescimento do turismo nos próximos anos, o foco deve estar nas Américas e na remoção da barreira do visto para o Estados Unidos", diz Dino.



Fonte: G1