Notícias

Além de carretinhas, cangaias de motos também deverão ser regularizadas em Cacoal

A CDL – Câmara de Dirigentes Lojistas -, preocupada com o andamento da economia e bem estar da população, está orientando seus associados a dar andamento na regularização de seus semirreboques, as populares “carretinhas”.

Após algumas reuniões entre representantes de várias entidades ligadas a fiscalização de trânsito, Ministério Publico, vereadores e entidades ligadas ao comércio, abriu-se uma nova preocupação diante as regras de transporte de carga por motocicletas e motonetas. O transporte inadequado de gás, água e tambores de leite, que também infringem a legislação vigente assim como as carretinhas não regularizadas. Existem normas também para este tipo de transporte e estes devem ser observados no Projeto de Lei 1968/11 que especifica que só pode ser transportado um botijão de gás de 13kg ou um garrafão de água de 20 litros desde que instalados em dispositivo de transporte de cargas regulamentado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

De acordo com a Polícia Militar, a legislação de trânsito não permite o tipo de armação de ferro geralmente usado no transporte de gás de cozinha, garrafões de água mineral e tambores de leite em nossa região. O presidente da CDL, Nedeson Tacconi, afirmou que é importante conscientizar as empresas e autônomos sobre esta nova adequação. “Se existe uma legislação vigente nós temos que cumprí-la. A CDL está orientando os proprietários de motos que fazem este transporte irregular para se adequarem assim como as carretinhas. Isso é uma forma de termos mais segurança e de que todos possam estar legalizados diante da lei do trânsito”, afirmou Tacconi.

Este processo de fiscalização irá demorar um pouco,pois os agentes de trânsito e PM estarão realizando abordagens de conscientização, mas a CDL já desperta para a necessidade de orientar empresários para que, quando a fiscalização for mais repreensiva estes possam estar adaptados e preparados.