Notícias

Verba liberada pelo BC tem eficácia limitada, diz CNDL

A Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) consideraram a liberação de R$ 10 bilhões em recursos para a economia feita pelo Banco Central uma medida válida, porém com efeitos limitados. O anúncio do BC foi feito em Brasília (DF), na manhã desta quarta-feira (20/8).

Para o movimento varejista, os recursos vão permitir uma maior oferta de crédito e, consequentemente, uma redução das taxas de juros cobradas pelos bancos aos seus tomadores. No entanto, na avaliação do presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior, os efeitos são limitados, porque o orçamento das famílias brasileiras já está muito comprometido com financiamentos passados e corroído pelos efeitos da alta dos preços.

"A media é boa, mas não é milagrosa. Dificilmente haverá um retorno desse dinheiro para a economia brasileira, porque o nível de comprometimento do salário dos trabalhadores já está muito alto. Além disso, o aumento real dos salários está muito pequeno em função da alta da inflação. Tudo isso contribui para que o consumidor tenha o poder de compra reduzido e não recorra ao crédito como quer o governo", disse Pellizzaro Junior.

Além dos R$ 10 bilhões anunciados hoje (20/8), o Banco Central poderá permitir a entrada de outros R$ 15 bilhões, o que já resultaria em R$ 70 bilhões injetados para estimular a estimular a oferta de crédito no país.



Fonte: Assessoria de Imprensa da CNDL