Notícias

Inadimplência de Cacoal sobe 31,2% em outubro

A economia de Cacoal se prepara para as festividades de final de ano. As “queimas de estoque” e a renovação já estão em alta desde setembro quando as empresas já têm os olhos voltados para as vendas de Natal.

A inadimplência neste período, por se ter mais vendas, é um dos maiores medos dos empresários, por esta razão a CDL – Câmara de Dirigentes Lojistas de Cacoal – realizam todos os meses a mensuração deste índice para auxiliar os empresários no momento de tomadas de decisão. No mês de outubro a inadimplência de Cacoal teve um aumento de 31,2% em relação ao mesmo período do ano de 2013. Isso se deve ao aumento de vendas no período do Dia dos Pais e Dia das Crianças associado ao período de vendas com mais facilidades para a renovação de estoque. Geralmente as políticas de crédito no momento das vendas neste período são mais brandas e isso pode deixar possibilidades a uma suposta inadimplência.

O total de pessoas que foram negativadas no Sistema de Proteção de Crédito (SPC) em outubro de 2014 foram 1.259, ou contrário de 2013 de que teve inclusas 1.366 pessoas, ou seja, o número de pessoas inadimplentes inseridas no sistema foi menor em 2014. Em contrapartida, os exclusos, ou seja, os que efetuaram o pagamento de suas dívidas, foram 948 em 2014 e 1.129 em 2013. Neste caso houve um número menor de pessoas que quitaram suas dívidas em 2014 em relação de 2013, sendo assim, o saldo de inadimplência acabou sendo maior em 2014.

De acordo com Thiago Silva, gerente da CDL, as empresas devem começar a se preocupar com este risco de inadimplência a partir de agora. “As empresas esperam um período de grandes vendas e quanto mais vendas maior é o risco de inadimplência para o primeiro trimestre de 2015. Alguns cuidados devem ser tomados como, por exemplo, o fortalecimento das políticas de crédito das empresas e a cobrança de dividas com os inadimplentes para que isso não se torne um fundo perdido e acabe por dificultar o crescimento da economia de Cacoal”, afirmou Thiago.