Notícias

Projeto de lei prevê atendimente bancário de no máximo trinta minutos em Rondônia
Projeto de lei apresentado nesta quinta-feira pelo Poder Legislativo prevê tolerância de no máximo 30 minutos para o aguardo nas filas de bancos e cooperativas de crédito em Rondônia. 

Se aprovado o projeto, todas as agências bancárias e cooperativas de crédito estabelecidas no Estado serão obrigadas a manter, para todos os serviços ofertados à população, atendentes em número compatível com o fluxo de usuários, para que flua com celeridade.
O projeto de lei, de autoria do deputado estadual Adelino Follador (DEM), altera e acrescenta dispositivos à Lei 1.252, de 11 de novembro de 2013, que dispõe sobre o atendimento ao consumidor nos caixas das agencias bancárias e cooperativas de crédito.

No que se refere ao tempo de espera nas filas, o projeto orienta que sejam 20 minutos em dias normais e 30 minutos nos dias que antecedem ou que sucedem aos feriados oficiais.

Segundo o deputado Adelino Follador, o projeto tem por objetivo a melhoria no atendimento dessas agências e cooperativas. “Comparando esta lei com a legislação de outros estados, entendo que as alterações propostas são pertinentes” disse o parlamentar. Ele ainda explicou que a insuficiência de atendentes para suprir a demanda, tem como consequência a demora no atendimento e a superlotação dos estabelecimentos bancários. 

“A alteração que estamos propondo estende a aplicação da lei para todos os serviços bancários e cooperativa de créditos, e não apenas no atendimento de caixas como previsto. A redução do tempo de espera tem por finalidade fazer com que as agências bancárias e cooperativas de crédito mantenham em seus estabelecimentos a quantidade adequada de atendentes à demanda do usuário”, justificou.


Fonte: http://www.imagemnews.com.br/noticias.asp?cd=31366