Notícias

Brasil atinge mais de 224 milhões de acessos a celulares em agosto

 

O Brasil superou a marca de 224 milhões de acessos de telefonia móvel, após mais de 3 milhões de adesões em agosto, de acordo com dados da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) divulgados nesta segunda-feira (19)

Dos 224.022.137 acessos, 81,75% são pré-pagos, o que totaliza mais de 180,1 milhões. O restante (40,9 milhões) é de números pós-pagos. Agora, a cada 100 brasileiros, 114,88 têm um número de celular, ou seja, há mais de uma linha para cada habitante.

Teledensidade

Considerando as regiões, somente o Nordeste tem menos de um celular por habitante, ao registrar 98,58 acessos para cada 100 habitantes.

Quanto às demais, a Centro-Oeste foi a que apresentou o maior número de linhas a cada 100 habitantes (136,70), sendo que a região totaliza 19,58 milhões de acessos.

O Sudeste vem em seguida, com 123,77 acessos a cada 100 habitantes, lembrando que a região tem pouco mais de 101 milhões de linhas. Na região Sul, a teledensidade foi de 117,36 linhas em agosto, e no Norte, de 101,61.

Operadoras

Quanto à participação das operadoras no mercado de telefonia móvel, a Vivo continua liderando, com 29,54% do total dos acessos, chegando a 66,177 milhões de linhas no mês passado. Em segundo lugar, aparece a TIM, com 25,99% do mercado ou 58,215 milhões de números.

No ranking, ainda estão Claro e Oi, com 25,36% e 18,78% de participação, respectivamente. A Claro detém 56,803 milhões de linhas, ao passo que a Oi representa 42,081 milhões de acessos. CTBC e Sercomtel detêm 0,3% e 0,03% do mercado de telefonia móvel, nesta ordem.

Considerando a tecnologia adotada, a maioria (84,89%) é GSM.