Notícias

Brasil atinge mais de 227 milhões de acessos na telefonia celular em setembro

 

O Brasil superou a marca de 227 milhões de acessos de telefonia  móvel, após mais de 3,3 milhões de adesões em setembro, de acordo com dados da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) divulgados nesta terça-feira (18)

Dos 227.352.069 acessos, 81,64% são pré-pagos, o que totaliza mais de 185,6 milhões. O restante (41,7 milhões) é de números pós-pagos. Agora, a cada 100 brasileiros, 116,51 têm um número de celular, ou seja, há mais de uma linha para cada habitante.

Teledensidade

Considerando as regiões, o Nordeste tem a menor teledensidade, a região o registra 100,21 acessos para cada 100 habitantes.

Quanto às demais, a Centro-Oeste foi a que apresentou o maior número de linhas a cada 100 habitantes (138,53), sendo que a região totaliza 19,87 milhões de acessos.

O Sudeste vem em seguida, com 125,60 acessos a cada 100 habitantes, lembrando que a região tem pouco mais de 102,58 milhões de linhas. Na região Sul, a teledensidade foi de 118,30 linhas em setembro, e no Norte, de 103,15.

Operadoras

Quanto à participação das operadoras no mercado de telefonia móvel, a Vivo continua liderando, com 29,49% do total dos acessos, chegando a 67,038 milhões de linhas no mês passado. Em segundo lugar, aparece a TIM, com 26,04% do mercado ou 59,209 milhões de números.

No ranking ainda estão Claro e Oi, com 25,30% e 18,84% de participação, respectivamente. A Claro detém 57,513 milhões de linhas, ao passo que a Oi tem 42,841 milhões de acessos. CTBC e Sercomtel detêm 0,3% e 0,03% do mercado de telefonia móvel, nesta ordem.

Considerando a tecnologia adotada, a maioria (83,94%) é GSM.