Notícias

Inadimplência de pessoa física fecha 2011 no maior nível em quase 2 anos

 

 

Inadimplência de pessoa física fecha 2011 no maior nível em quase 2 anos

A taxa de inadimplência das pessoas físicas, que mede atraso de pagamento superior a 90 dias, fechou o ano de 2011 em 7,3%, o mesmo patamar de novembro, mas ainda o maior valor desde janeiro de 2010, quando estava em 7,5%, segundo números divulgados nesta sexta-feira (27) pelo Banco Central.

Em todo ano passado, a taxa de inadimplência das pessoas físicas avançou 1,6 ponto percentual, visto que estava em 5,7% no fim de 2010.

Taxa geral de inadimplência
Já a taxa geral de inadimplência, que engloba operações de pessoas físicas e de empresas, recuou de 5,6% em novembro para 5,5% em dezembro do ano passado. Em todo ano de 2011, entretanto, a taxa de inadimplência geral subiu um ponto percentual, visto que, em dezembro de 2010, estava em 4,5%, segundo números da autoridade monetária.

Empresas
Já a taxa de inadimplência das operações dos bancos com as empresas recuou de 4%, em novembro de 2011, para 3,9% em dezembro do ano passado, informou a autoridade monetária. Apesar da queda no fim do período, houve crescimento de 0,4 ponto percentual no ano passado, uma vez que a inadimplência das empresas somou 3,5% no fim de 2010.